quinta-feira, 28 de julho de 2016

QUE FLOR VOCÊ É?



Era uma vez uma pequena semente de girassol que foi colocada na Terra com outras sementes de todos os tipos de flores e frutas... mas nenhuma sabia de que espécie era... ou nem mesmo se era uma semente de flor ou de fruta....
E todas aprenderam desde pequeninas a se comportar e a seguir padrões adequados a uma espécie de planta que dava flores de plástico e frutas de isopor... e aprenderam que se agissem assim seriam felizes para sempre....
Essa planta, que todas aprendiam que eram, nem existia... mas foi criada para facilitar o controle sobre aquelas sementes...
Essas frutas e flores que ensinaram as sementes a produzir a princípio realmente pareciam bem saborosas e bonitas... e quase todas as sementes se esforçavam ao máximo para conseguir seguir direitinho as regras de como se produzir bons frutos e flores e ser uma semente de sucesso...
Vocês não imaginam a confusão de uma pequena semente de girassol que assim que começou a sair da terra logo queria se virar para o sol como era da sua natureza....
Foi repreendida... e até castigada.... aprendeu que não era chic para uma jovem semente ficar olhando assim tão descaradamente para o sol... podia pegar mal... ser mal vista...
Ela devia ser como todas as sementes obedientes... aprender tudo que lhe ensinavam e começar logo a produzir...
E ela fazia um esforço enorme para não olhar para o sol... para ir contra a sua natureza... mas como ainda era muito inexperiente e dependia daqueles que lhe ensinavam e alimentavam... acabou se esquecendo da sua vontade de olhar o sol...
Por uns tempos se comportou muito bem... como uma semente bem educada... e produzia lindas flores de plástico e lindos frutos de isopor.... e até acreditou que era uma planta daquela espécie... e até pensou que estava feliz...
Mas por mais que produzisse aquelas lindas flores de plástico, que a essa altura já não pareciam tão lindas.... e aqueles apetitosos frutos de isopor que também a essa altura já não tinham nenhum sabor... a pequenina semente... que nasceu girassol e agora era daquela espécie de planta.... se sentia infeliz e inadequada... sem saber porque... se ela fazia tudo que lhe disseram que a faria feliz e se produzia as flores e frutos com perfeição....
O que poderia estar errado?
E a sementinha de girassol que agora já era uma planta crescida... foi ficando triste...
Cada vez mais triste... e foi ficando sem vida...
E então já não produzia mais muitas flores e frutos...
E foi nesse estado de profunda tristeza que um dia um passarinho que passava por ali encontrou a planta que um dia fora uma sementinha de girassol... e lhe soprou nos ouvidos:
- Eu sei a solução para a sua tristeza...
A sementinha que já estava sem esperanças escutou aquilo e achou estranho aquele passarinho que parecia tão diferente dos outros... e uma luzinha de esperança começou a brilhar...
E o passarinho continuou:
- Eu sou um beija-flor e vivo a vida beijando as flores que em troca me dão um alimento doce... bato minhas asas muito rapidamente... fico quase parado no ar... sou muito feliz.. porque eu sou um beija flor... me lembrei disso e levo a vida sendo um beija flor...
- Para!! !!
Gritou a sementinha assustada...
- Você parece um louco falando assim... e voando dessa forma.... você não sabe que todos os pássaros são iguais e vieram para voar, cantar e espalhar sementes... e obedecer!!!
- Que história é essa de beija flor... de ficar parado no ar?
E o beija flor disse bem baixinho:
- O segredo é você descobrir que flor você é!
E foi embora batendo as asinhas muito rapidamente.
A sementinha sentiu uma coisa lá no fundo do coração... parecia uma lembrança... ou uma saudade... e sentiu seu corpinho de planta se contorcer um pouco para um lado...
Ficou assustada... e se sentiu culpada de ter se virado assim... porque lembrou que uma vez tinha sido castigada por isso...
Mas alguma coisa estava acontecendo e seu coração batia cada vez mais forte... e ela foi se virando e foi sentindo um tipo de emoção que nunca tinha experimentado antes...
O que o seu corpo estava querendo lhe mostrar... que emoção tão forte era aquela?
Apesar de todo o medo e de toda a culpa de estar indo contra as regras a sementinha se virou e olhou para cima...
E ela viu o Sol...
E se lembrou... se lembrou de quem era e do que viera fazer...
Começou a se sentir viva... vibrante... diferente... mas um diferente muito bom de sentir...
As flores de plástico e os frutos de isopor deram lugar a uma linda flor amarela que parecia o próprio sol e que olhava pra ele sempre que ele passava...
E a sementinha ficou feliz... mas tão feliz, que todas as plantas ao redor começaram a querer saber que flor eram...
E isso fez toda a diferença...
E você... já descobriu que flor você é?


Texto e imagem: Rúbia Dantés

Amor e Gratidão!


Nenhum comentário:

Postar um comentário