domingo, 17 de janeiro de 2016

Criações involuntárias de realidade



Qualquer coisa é possível desde que alguns passos sejam seguidos. Em primeiro lugar é necessário que se entenda uma coisa: os princípios quânticos não dizem que você altera a realidade com um simples pensamento. Pensamentos não criam a realidade. O único poder que eles possuem é o de desencadear uma série de emoções e sentimentos que definirão o seu campo eletromagnético e atrairão energias ressoantes a eles. Tais energias podem se apresentar de formas variadas, tanto de maneira sutil (mais pensamentos e emoções), quanto na forma condensada e materializada (pessoas, objetos e experiências), isto depende do foco e do tempo em que a atenção foi desprendida para o objeto observado. Portanto é correto dar o devido peso ao pensamento, pois quase tudo começa nele. Se você possui um pensamento negativo, o seu campo magnético irá atrair para si mesmo pensamentos ressoantes a ele, o que fará com que esses pensamentos tornem-se cada vez mais intensos e repetitivos, fazendo com que você sinta mais emoções desencadeadas por eles e que, por conseqüência, atraia mais pensamentos similares, gerando mais emoções e mais pensamentos até que eles se tornem obsessivos e venham a se materializar no seu mundo físico. É isso o que acontece quando você começa a sentir um leve medo sobre determinada coisa. Com o passar do tempo esse medo vai aumentando e torna-se uma obsessão que, se não for contida, se tornará real devido ao foco da sua atenção.

Eu disse que quase tudo começa no pensamento porque ele não é o ponto de partida. Ele não é causa. Um pensamento só pode existir quando existem memórias, e você possui infinitas delas armazenadas em seu subconsciente. Essas memórias podem ser chamadas de crenças, pois todas elas fazem parte da sua experiência de vida e foram avaliadas e julgadas pela sua mente que as carimbou como “boas” ou “ruins”, e são elas que estão por detrás de todo e qualquer pensamento consciente que possa passar pela sua mente. Isto é, a sua vida é criada literalmente pelas crenças que você possui, portanto, é de fundamental importância que você as conheça e que, ao identificar uma crença negativa, compreenda o motivo dessa percepção distorcida e faça uma alteração consciente dela.

Muitas pessoas dizem ter grande dificuldade para acessar as suas crenças, mas isso é relativamente simples. Basta olhar para a sua vida, segregando os campos que são importantes para você, e avaliar como está indo nesse quesito em especial. Se dinheiro é importante para você e a sua vida financeira vai mal, é um sinal de que a crença sobre ele é negativa, e enquanto a crença for negativa você vai continuar se esforçando, trabalhando muito, e ainda assim não vai conseguir sair de onde está. É necessário que se questione com honestidade sobre a relação que você tem com esse dinheiro. O que de fato você acredita que é o dinheiro, como se sente ao pensar em dinheiro e naquilo que ele pode comprar. Não é perguntar se você gosta ou não. Você pode gostar e querer, e ao mesmo tempo não se sentir merecedor ou acreditar que é muito difícil de ganhá-lo, ou qualquer outra coisa negativa a respeito dele.

É por este motivo que existe uma grande disparidade entre profissionais de vendas dentro das empresas, independentemente do segmento de atuação. O líder é sempre o líder, mesmo quando ele trabalha menos horas que os demais. Todos os outros ficam se perguntando como isto pode ocorrer. Alguns dizem que essa pessoa tem mais sorte, ou que ela é beneficiada pela gerência. Todo tipo de justificativa equivocada é dada e ninguém consegue enxergar o que realmente está por detrás disto. Esse profissional simplesmente possui uma percepção positiva sobre vendas, sobre ser o melhor e sobre ganhar bastante dinheiro. É só isso. Sorte não existe, acaso não existe, e até mesmo os benefícios vindouros de alguém que ocupa um cargo superior só ocorrem quando a pessoa possui uma crença positiva sobre ser um bom recebedor. Tudo é criado de dentro para fora, e nunca de fora para dentro. Trata-se de um fluxo constante percorrido pelo rio de energias que não cessam nunca.

No campo pessoal é a mesma coisa, no afetivo também. Nada foge a essa regra. É por isso que o Autoconhecimento é tão importante. Somente sabendo o que está dentro de você é possível alterar essa percepção e torná-la positiva, para que posteriormente isso seja refletido na sua experiência de vida.
Diogo Beltrame

fonte: http://diogobeltrame.blogspot.com.br/2016/01/identificando-e-exercitando-o-seu-poder.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário